O que é a Chainlink?

que es chainlink Bitnovo
4 min read

Chainlink é um projeto que se propõe a resolver um problema fundamental no mundo das criptomoedas: uma comunicação segura e fiável entre dados dentro da blockchain e dados off-chain (fora da blockchain).

Imaginemos que apostaste, através de um contrato inteligente, que o Betis venceu o Real Madrid na final da Liga dos Campeões.

O contrato inteligente necessita de saber quem ganhou o jogo para entregar as recompensas e para isso tem de se ligar a dados fora da blockchain.

A Chainlink é responsável pela disponibilização destes dados de uma forma descentralizada e segura. Assim ninguém pode alterá-los e dizer que o Real Madrid ganhou quando de facto o Betis ganhou, com o objetivo de modificar as recompensas.

Como surgiu a ideia?

Há anos que conhecemos blockchains que operam sempre sozinhos, tais como Bitcoin, Ethereum, Litecoin ou Ripple. Isto não é por serem redes egoístas, mas porque ainda não havia formas de conectar estas blockchains com dados do mundo real (off-chain).

Esta interoperabilidade é o que Chainlink traz ao mundo cripto e o seu objetivo é estabelecer a ligação da blockchain com dados externos para melhorar o seu funcionamento.

Se já leste o nosso artigo O que é um oráculo blockchain? provavelmente já tens uma boa ideia do que estou a falar. Porque estes “oráculos” são os que disponibilizam a informação externa.

A Chainlink, em síntese, é uma rede oráculo descentralizada que resolve o problema da interoperabilidade através da criação de uma solução segura e fiável.

Como funciona?

Esta rede descentralizada de oráculos é composta por compradores e fornecedores de dados. Os compradores exigem dados e os fornecedores oferecem-nos em segurança.
Tal como comprar criptomoedas na Bitnovo, contudo, neste caso, os dados são negociados em vez de criptomoedas.

que es chainlink Bitnovo

Assim, os compradores selecionam os dados que desejam e os fornecedores propõem-se a fornecer tais dados. Os fornecedores devem comprometer-se com uma determinada quota de tokens LINK quando licitam, que podem perder se o seu comportamento for inadequado. Quando os fornecedores são finalmente selecionados, a sua função é levar as respostas corretas à “cadeia”.

A Chainlink utiliza um sistema de reputação de oráculo para agrupar e avaliar os dados fornecidos. Se tudo correr bem, os fornecedores são pagos e todas as partes acabam felizes.

A diferença entre LINK e Chainlink

Nesta altura (talvez seja tarde) mas é importante fazer um esclarecimento: a Chainlink não é o mesmo que LINK. A Chainlink é o projeto criado pela empresa fintech chamada SmartContract Chainlink Limited SEZC. LINK é a criptomoeda criada pela mesma empresa para fins económicos e transacionais.

Quem inventou a Chainlink?

A Chainlink foi fundada pelo actual CEO Sergey Nazarov e pelo atual CTO Steve Ellis em 2017. Para o lançamento angariou 32 milhões de dólares numa Oferta Inicial de Moeda (Initial Coin Offering, ICO), o que levou à criação de mil milhões de tokens LINK.

Em novembro de 2018, a Chainlink adquire a TownCrier, uma fonte de dados autenticada para contratos inteligentes (como aprendemos, isso define os oráculos).

Em maio de 2019 a Chainlink lança-se na rede principal de Ethereum e regista um crescimento que a torna uma das criptos que aumentou ainda mais o seu preço durante esse ano.

A Chainlink é um projeto muito interessante que mostrou progressos e aceitação fenomenais por parte da comunidade. Caso ainda não esteja convencido com a ideia de comprar LINK, lembre-se que em Bitnovo ainda pode encontrar dezenas de outras criptomoedas para investir.

Através deste blog continuaremos a escrever sobre mais projetos interessantes no mundo cripto. Se tiver alguma sugestão, aguardamos com expectativa o seu contacto no nosso grupo de Telegram.

Muito obrigado por ter chegado até aqui.

Que lhe possa interessar…