O que é a capitalização de mercado? A sua utilização em cripto

¿Qué es capitalización de mercado? Su uso en cripto
5 min read

A capitalização de mercado, também denominada de market cap, é um conceito amplamente utilizado na economia e finanças, e é especialmente importante no mundo das criptomoedas.

O uso tradicional do termo refere-se à opinião pública sobre o valor patrimonial de uma empresa. A capitalização de mercado é medida como o número total de ações multiplicadas pelo preço de cada um num determinado momento.  Se tivermos uma empresa com 10 milhões de ações e o preço por ação for de 1€, a sua capitalização será de 10 milhões de euros. 

Capitalización de Mercado

A sua utilização no saco

No capitalismo, a propriedade de uma sociedade é representada em ações ou ações (ativos conhecidos como ações na terminologia anglo-saxónica). Por conseguinte, o limite máximo de mercado é útil para comparar a dimensão das empresas e das bolsas de valores.

Como dissemos, esta métrica reflete a valorização pública do capital próprio de uma empresa, e a sua valorização pode ser subvalorizada ou sobrevalorizada. Esta avaliação reflete as expectativas futuras e pode afastar-se do valor real dessa empresa. Existem até estratégias de investimento, como o investimento em valor, que se baseiam na procura de empresas desvalorizadas, esperando que, a longo prazo, o mercado seja racional.

Capitalização de mercado de ouro e Bitcoin

Mas a capitalização de mercado não se aplica apenas às empresas, mas também a mercadorias como o ouro e as criptomoedas. Para calcular a capitalização do mercado de ouro, a quantidade de ouro no mercado, por exemplo medida em ounes, é multiplicada pelo preço de cada unidade. Por outras palavras, quanto vale todo o ouro do mundo. 

Da mesma forma que calculamos a capitalização de mercado do Bitcoin multiplicaremos todas as bitcoins existentes pelo seu preço. No caso do ouro é difícil saber com precisão as ações para que o seu limite de mercado possa variar em função da estimativa. Ao contrário do ouro, em Bitcoin o fornecimento circulante em todos os momentos é exatamente conhecido.

Estes dois casos são ilustrativos porque ambos são ativos reais, ou seja, não são dívidas, o seu valor não se baseia na solvabilidade, ou na capacidade de pagar a dívida, de uma entidade (como com o dinheiro fiduciário).  Ambos competem no mercado real de ativos para serem boas reservas de valor.  

Por conseguinte, faz sentido compará-los utilizando a capitalização de mercado. O limite do mercado de ouro ronda os 10 biliões de dólares, enquanto a bitcoin é de cerca de 700 biliões no momento da escrita. Por outras palavras, bitcoin é mais de 10 vezes menor que o ouro.

Market cap

Problemas ou desvantagens

Um dos problemas desta métrica, especialmente no contexto das criptomoedas, é que pode produzir um valor muito inflacionado e longe da realidade.  

Suponha que há uma nova moeda que não está listada em quase nenhuma troca. Se houver mil milhões de moedas em circulação e alguém comprar uma unidade por 10€, tomando esse preço como referência, esta moeda teria uma capitalização de 10 mil milhões, entrando no top 10 das criptomoedas mais capitalizadas. Se houver pouca liquidez nesse ativo, é bem possível que a métrica de um resultado irrealista.

Comparar criptomoedas

Um dos maiores erros que são cometidos nas criptomoedas é pegar no preço de cada moeda para fazer comparações e até avaliar se é barata ou cara. O preço de uma moeda por si só é, na verdade, irrelevante, uma vez que não oferece informações sobre esse mercado.

Por exemplo, uma unidade de moeda pode custar 1 milhão de dólares, mas só existem 100 unidades. Se olharmos apenas para o preço, pensaremos que é muito dispendioso, mas, na realidade, é uma moeda muito pequena. A sua capitalização de mercado seria de 100 milhões em comparação com os 700 mil milhões em Bitcoin.

Conclusão

A capitalização de mercado é uma boa forma de comparar a dimensão das empresas,   mercadorias e criptomoedas.  É uma métrica que qualquer investidor deve conhecer e usar para basear as suas decisões financeiras. Mas os seus problemas e limitações também devem ser tidos em conta.